The Loney

the loney

 

Este romance extraordinário sobre o modo como podemos ser corrompidos pelas instâncias da fé, encontra-se à venda na FNAC do Chiado. Já várias vezes, tanto eu como a Cristina Alves, nos referimos a ele, como sendo um dos melhores romances de quiet horror dos últimos anos. Quem não correr a comprá-lo é nhónhó!

É o horror que não é gore. Funciona mais pela sugestão do que pelas tripas explícitas. A paisagem é angustiante. O dilema final, terrível. Quantas vezes, noutros lados, o monstro, enfim visível, nos desilude. Aqui não há monstros. Mas o sentimento de culpa pode realmente ser monstruoso.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s